Connect with us

Jornal de Leste a Oeste

Jornal de Leste a Oeste

Rogério 157 é condenado a 32 anos de prisão

Destaques

Rogério 157 é condenado a 32 anos de prisão

Foto: Andre Melo / Agência Tempo  –
Apontado como pivô da guerra entre facções criminosas na comunidade da Rocinha, Rogério Avelino da Silva, conhecido como Rogério 157, foi condenado a 32 anos de prisão pelos crimes de associação para o tráfico de drogas, tráfico e corrupção ativa. A decisão, divulgada nesta terça-feira, foi proferida pelo juízo da 40º Vara Criminal da Capital. De acordo com o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, além de Rogério 157, outro homem também foi condenado. José Carlos de Souza, cujo apelido é “Gênio“, recebeu pena de seis anos e oito meses pelo crime de associação para o tráfico. Este, porém, é considerado foragido pela Justiça, desde 2013, quando a denúncia contra ele foi oferecida.
Segundo a denúncia, no período entre outubro de 2013 e maio de 2014, Rogério 157 e Gênio, além de outros suspeitos, eram os responsáveis pelo tráfico de drogas em diversos bairros do município do Rio, em especial no complexo das favelas da Maré, Serrinha, e Dendê, na Zona Norte; e também na Vila Aliança, na Zona Oeste. Após a prisão de Antônio Bonfim Lopes, conhecido como “Nem” — preso na penitenciária federal de Porto Velho, em Rondônia —, Rogério teria assumido o controle do tráfico de droga na Rocinha. À época, um embate entre bandos liderados teriam travado um embate pelo controle da comunidade.
Rogério 157 foi preso no início de dezembro do ano passado, na favela do Arará, em Benfica, na Zona Norte do Rio. Logo após a sua captura, o secretário de segurança do Rio pediu sua ida para presídio federal. A juíza da 20ª Vara Criminal do Rio determinou a transferência. No fim daquele mês, a decisão foi encaminhado pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen) à Justiça Federal de Rondônia, que autorizou a ida do traficante para o estado.
Disputa pelo controle da favela
Rogério 157 comandava o tráfico na favela da Rocinha para Nem, preso desde novembro de 2011. Em setembro de 2017, os dois começaram uma guerra pelo domínio da favela. Nem teria ordenado que Rogério devolvesse a ele o morro, e o antigo aliado se recusou. Com isso, os comparsas de Nem, do Amigos dos Amigos (ADA) atacaram a Rocinha para tentar tomar a comunidade.
Acuado, Rogério 157 aliou-se ao Comando Vermelho (CV), e passou a contar com o apoio da facção para a guerra. Rogério foi preso no dia 6 de dezembro do ano passado, numa operação de delegacias da Polícia Civil do Rio na Favela do Arará, em Benfica, na Zona Norte do Rio. Ele estava escondido na laje de uma casa na comunidade. Seus comparsas conseguiram fugir e o bandido estava sem nenhum segurança.
Fonte: Jornal Extra com Agência O Globo

Continue Reading
Veja as noticias abaixo...

Jornalista e editor do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Mais Destaques

Publicidade

Nossas Redes Sociais

Jornal de Leste a Oeste editado em Novembro 2018

Facebook

Mais Lidas





To Top