DestaqueEconomiaNotíciasPolítica

Partidos priorizam eleição de parlamentares

Sem ajuda de empresas privadas, candidatos na eleições deste ano os candidatos contam apenas com recursos próprios, de vaquinhas virtuais ou do Fundo Eleitoral. Quase todos partidos políticos registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), num total de 35 optaram por privilegiar candidaturas a deputado federal na distribuição dos recursos públicos assegurados por meio do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), que soma R$ 1,7 bilhão nas eleições de 2018. A ampliação das bancadas na Câmara dos Deputados tem como objetivo assegurar o acesso a recursos de outro fundo, o Partidário, que em 2017 distribuiu R$ 665,7 milhões aos partidos.

Jonas Mello

Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar