DestaquePolítica Nacional
Tendência

Partido de Bolsonaro quer chegar a um milhão de filiados até outubro

O Partido Social Liberal – PSL tem metas ambiciosas para a campanha nacional de filiação que vai colocar na rua a partir de agosto de 2019. A ideia da direção do partido, que em junho tinha 270 mil associados, é passar de 500 mil até 31 de março do ano que vem – e a 1 milhão, em outubro de 2020.

A sigla de Jair Messias Bolsonaro elaborou um documento para explicar os objetivos do mutirão por novos adeptos. A meta, segundo o texto, é “posicionar o Partido Social Liberal – PSL como referência de ideias liberais na economia e valores baseados na pátria e na família”.

Jonas Mello

Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Pular para a barra de ferramentas