DestaqueEconomiaInternacionalJustiçaNotíciasPolíticaTurismo

Para abrir mercado, futuro chanceler vai impor metas a embaixadores

A função dos embaixadores no governo de Jair Messias Bolsonaro se chamará trabalho, Ernesto Araújo quer transformar as embaixadas brasileiras mundo afora em entrepostos comerciais. Para estimular a abertura do mercado internacional, o futuro chanceler vai impor até metas de produtividade aos embaixadores. Quem não apresentar resultado será substituído. A ideia conta com o apoio de Paulo Guedes. Os dois também querem turbinar a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e InvestimentosAPEX.

Jonas Mello

Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar