DestaqueJustiçaNotíciasPolíciaPolítica

Operador do PSDB Paulo Preto é condenado a 145 anos de cadeia

Ex-diretor da DERSA – Desenvolvimento Rodoviário S/A é acusado pela Lava Jato pelos crimes de peculato, inserção de dados falsos em sistema de informação e formação de quadrilha. Paulo Vieira de Souza é condenado a 145 anos de prisão nesta quarta-feira (06/03), em ação sobre supostos desvios de R$ 7,7 milhões que deveriam ser aplicados na indenização de moradores impactados pelas obras do Rodoanel Sul e da ampliação da avenida Jacu Pêssego.
O ex-dirigente nega as irregularidades. Em interrogatório, em outubro de 2018, Vieira de Souza se comparou ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, reclamou da mídia, do período em que ficou preso em regime fechado, no qual se disse humilhado, e negou ameaças a testemunhas do processo. “Eu nunca ameacei ninguém na minha vida. Não sou nenhum santo, não, mas jamais cometi fraude, corrupção ou algum roubo“, disse na ocasião. 

Na quinta-feira (07/03), o ex-diretor da DERSA – Desenvolvimento Rodoviário S/A completa 70 anos de idade, o que vai reduzir o prazo prescricional pela metade. O prazo é estabelecido pelo artigo 109 do Código Penal.

Fonte: Estadão Conteúdo

Jonas Mello

Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar