DestaqueEconomiaPolíticaSaúde

Cortes para cobrir diesel mais barato atingem educação e saúde

O cancelamento de R$ 3,82 bilhões de dotações orçamentárias para viabilizar a redução no preço do diesel, acertada pelo governo federal com os caminhoneiros, atinge todos os ministérios, inclusive os da Saúde e Educação, informa o jornal Valor Econômico.
Os valores já estavam contingenciados, mas agora foram cancelados – ou seja, mesmo que os recursos fiquem disponíveis no governo federal, eles não poderão mais ser usados. Os cortes incluem um programa de fortalecimento do SUS, o Sistema Único de Saúde, e bolsas do Proies, programa de estímulo a instituições de ensino superior.

Jonas Mello

Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar