Destaque

Antes do 2º turno, uma certeza: novo presidente vai sofrer nas mãos da Câmara

A partir do ano de 2019, 30 partidos terão representação naCâmara dos Deputados – um recorde. 

Número é o maior desde 1986 e gera uma série de obstáculos para aprovação de projetos importantes ao país. Votação na Câmara dos Deputados: fragmentação partidária complica a gestão do presidente, que precisa fazer ainda mais alianças. 
O próximo governo tem uma série de problemas para resolver: a reforma da Previdência Social, a segurança pública, as contas que não fecham e deixam a economia em situação difícil, entre outras pautas urgentes que precisam de solução. 
Para fazer tudo isso – e qualquer outra coisa – o próximo presidente terá o desafio de negociar com um Congresso Nacional do Brasil composto por 30 partidos políticos diferentes. É o maior número desde a redemocratização: em 1986 a Câmara tinha 12 legendas representadas na Câmara.
Fonte: Agência Brasil

Jonas Mello

Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar